terça-feira, 28 de julho de 2009

Instante

Não há anúncio
nem despedida

tudo flutua num seco aroma asfíxico

e no inverno,
nem mesmo sei quem é a neblina...

Um comentário:

penanegra disse...

Encontrei sei Blog por acaso.
E agora de x em quando passo pra dar uma olhada.
São mto boas suas poesias.
Mesmo. :)
Vou fazer a desfeita de tomar essa aqui emprestada pra colocar num posto no meu blog
=D
Espero que n se importe.
Abraço. Willy Barp.