segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Do todo que não tenho

falta o ar
falta o ar

é tanto
e me falta

quem me olha,
não diz

Um comentário:

Cris de Carvalho disse...

Tua poesia tem um encanto que vai se movimentando. Muito bom...